These are chat archives for azukiapp/azk

7th
Jan 2015
Luiz Rocha
@lsdr
Jan 07 2015 17:24 UTC
Olá! Eu quebrei meu azk e preciso de ajuda. :-)
Menos do @lucasfais
Eu adicionei o azk em um projeto Rails em que estou trabalhando
E ao rodar azk start (depois do init, que identificou tudo direito)
O rails não subiu, pq ele deu um problema de namespace e enfim, a aplicação não subiu.
Depois de corrigir o problema (do app) eu rodei azk start novamente, mas dessa vez ele não subiu porque a máquina do postgresql estava, aparentemente, corrompida.
Tentei rodar um azk start --reprovision, mas não sei se é o certo e nem resolveu...
Como eu devo proceder? Não queria entrar na máquina com postgresql para resolver o problema do db corrompido, queria subir outra instancia
Lucas Fais
@lucasfais
Jan 07 2015 17:28 UTC
@lsdr senhor, coloca seu Azkfile.js em um gist e me passa o link, por favor
Luiz Rocha
@lsdr
Jan 07 2015 17:31 UTC
Senhor @lucasfais, aqui está senhor: https://gist.github.com/lsdr/f1be5576ce09aa4c7275
Lucas Fais
@lucasfais
Jan 07 2015 17:32 UTC
azk shell postgres -c “rm -rf /var/lib/postgresql”
azk start postgres
azk start gaveteiro-frontend
isso vai apagar a estrutura do postgres e refazer
o ultimo comando… faz assim:
```shell
azk start gaveteiro-frontend —reprovision
@lsdr pode ter acontecido algum problema com o share de arquivos entre o mac e a VM que corrompeu os arquivos do postgres
Luiz Rocha
@lsdr
Jan 07 2015 17:47 UTC
é, foi o que eu imaginei
Lucas Fais
@lucasfais
Jan 07 2015 17:47 UTC
funcionou?
Luiz Rocha
@lsdr
Jan 07 2015 17:48 UTC
como o gaveteiro-frontend abortou o processo, a máquina do postgresql interrompeu no meio e quebrou
ainda não fiz... ;-)
Everton Ribeiro
@nuxlli
Jan 07 2015 17:49 UTC
a parte ruim é que isso não deveria acontecer, uma vez o processo de stopdo sistema é feito através de um sinal de signalterm e não um kill
Luiz Rocha
@lsdr
Jan 07 2015 17:50 UTC
pode ser algo do próprio postgresql... que ao receber o SIGTERM no meio do boot-up dele mata tudo ao invés de parar com calma
por outro lado, imaginei que também pudesse ser o azk derrubando a máquina, em função de algum time-out do próprio azk
Everton Ribeiro
@nuxlli
Jan 07 2015 17:52 UTC
@lsdr imaginei algo do tipo também, porém uma coisa me chamou atençõa na linha "https://gist.github.com/lsdr/f1be5576ce09aa4c7275#file-01-console-output-broken-rails-L10” a aplicação consegue “conectar” ao postgresql e verificar pela existencia da base de dados, o que me leva a crer que o database já estava “done”
Luiz Rocha
@lsdr
Jan 07 2015 17:53 UTC
verdade, bom ponto
Everton Ribeiro
@nuxlli
Jan 07 2015 17:55 UTC
vamos ver se a solução dada pelo fais funciona, ainda que ela funcione, precisamos ficar de olha daqui nesse problema, não é a primeira vez que isso acontece, o estado corrompido da base não é um problema sério
nos seu caso é menor porque a base ainda não esta populada, e você esta trabalhando com o rails, no pior caso você pode executar as migrações
mas ainda sim é preciso garantir um processo de stop do postresql que garanta a não quebra dos dados
Luiz Rocha
@lsdr
Jan 07 2015 18:01 UTC
é, é exatamente minha situaçào hoje... não tenho nada de valor no db
mas eventualmente, vou ter e não vou querer perder :-)
outra coisa que eu pensei--- será que pode ser um problema com a imagem do postgresql que eu estou usando?
Lucas Fais
@lucasfais
Jan 07 2015 18:04 UTC
Luiz Rocha
@lsdr
Jan 07 2015 18:11 UTC
não. Estou usando a que o azk init me "deu"
mas.... posso tentar reproduzir o problema usando a imagem oficial, até para ver se é um problema relacionado ao build da imagem
Luiz Rocha
@lsdr
Jan 07 2015 18:29 UTC
devo estar fazendo bobagem:
$ azk shell postgres -c "rm -fr /var/lib/postgresql"
Setting LOCALE to en_US.UTF-8
Generating locales (this might take a while)...
  en_US.UTF-8... done
Generation complete.
rm: missing operand
Try `rm --help' for more information.
na verdade, acho que o dir já havia sido removido:
$ azk shell postgres -c "ls -l /var/lib | grep -i post"
Setting LOCALE to en_US.UTF-8
Generating locales (this might take a while)...
  en_US.UTF-8... done
Generation complete.